Menu

Documentos necessários para entrar na Argentina Destaque

Documentos necessários para entrar na Argentina
Commons - Wikimedia

Documentação necessária para viajar para Argentina. Recomendações aos turistas brasileiros.

Muitos turistas que visitam Foz do Iguaçu (PR) aproveitam para cruzar a Ponte Internacional da Fraternidade, conhecida como Ponte Tancredo Neves e visitar a cidade Argentina de Puerto Iguazú (Missiones).

Além do acesso para o lado argentino das  Cataratas do Iguaçu e outros atrativos turistícos, Puerto Iguazú (AR) possui atrações que conquistaram o gosto dos brasileiros, seja nos cassinos, nas compras ou gastronomia.

Para cruzar a aduana e visitar Puerto Iguazú, não é necessário passaporte.

Documentos necessários para viajar à Argentina como turista

Documentos de viagem

Para visitar a Argentina é necessário ter um documento de viagem válido e em boas condições. Esse documento deve ser mantido em segurança para evitar possíveis contratempos.

São os seguintes os documentos de viagem que habilitam os cidadãos brasileiros a ingressarem na Argentina na condição de turista:

  • Passaporte - (Documento no padrão ICAO), na cor Azul. O titular do passaporte comum antigo, cor verde, poderá utilizá-lo regularmente até a data de vencimento constante na caderneta;
  • Cédula de Identidade Civil (RG) - emitida pelos institutos de identificação das polícias civis dos Estados;
  • Carteira Nacional de Habilitação - Pode ser utilizada como documento de identificação para entrada somente em Puerto Iguazú (AR), por brasileiros e estrangeiros residentes (neste caso, desde que possuam a RNE – carteira de identidade de estrangeiro), por um prazo máximo de 72 horas (conforme Acordo de Facilitação Turística).


As cédulas de identidade brasileiras não têm prazo de validade. No entanto, é imprescindível que estejam em boas condições e a foto permita claramente a identificação do titular.

Não são aceitos como documento de viagem:

  • Certidão de Nascimento (mesmo para recém nascidos ou para menores de idade);
  • Qualquer outro documento, mesmo aqueles que tenham aceitação como documento de identidade no Brasil (ex: carteira de motorista, carteira de identidade de associações profissionais, de Ministérios, inclusive militares, ou emitidos pelos poderes Executivo, Legislativo ou Judiciário da União e dos Estados, que não os órgãos de identificação das polícias civis dos Estados.

Documentação para menores de idade

Crianças também devem portar os documentos necessários, uma vez que em nenhuma circunstância se exclui a apresentação de Cédula de Identidade Civil ou Passaporte, mesmo quando a criança for de colo, ainda que se tenha em mãos a Certidão de Nascimento.

Além do documento de viagem, menores (brasileiros) desacompanhados dos pais devem portar uma autorização original com firmas reconhecidas em cartório, com "prazo de validade" e destino da viagem. Menores acompanhados de um dos pais devem portar autorização de viagem assinada pelo outro genitor, também com firma reconhecida em cartório, com previsão da data do embarque, destino e retorno (de acordo com a resolução nº 131/2011, do Conselho Nacional de Justiça).

No caso de viagem para o Mercosul, os menores deverão apresentar este documento à autoridade de controle imigratório de seu país de origem, para carimbo de controle migratório, sendo somente aceito no país de destino após todos esses procedimentos.

Ingresso e permanência de turistas brasileiros na Argentina

Os brasileiros estão dispensados de visto para ingressar na Argentina na condição de turista.

No entanto, ao ingressar no país, um oficial do serviço de imigração concederá um prazo legal de permanência que deve ser respeitado, sob pena de cobrança de multa no momento da saída do país.

Recomenda-se que, ao ingressar, o turista brasileiro se certifique da aposição em seu passaporte do carimbo de entrada ou, caso ingresse na Argentina utilizando o RG, do recebimento do formulário correspondente preenchido e carimbado pelo serviço de imigração. O carimbo no passaporte ou o formulário deverão ser apresentados quando da saída do país, sob pena de cobrança de multa.

O limite do prazo de permanência na Argentina para turistas brasileiros ou de qualquer outra nacionalidade é determinado exclusivamente pelas autoridades migratórias argentinas, não podendo o Consulado intervir no assunto.

Caso você necessite de uma extensão do seu prazo de permanência, deve solicitá-la (sempre antes do vencimento do prazo que lhe foi inicialmente concedido) à "Dirección Nacional de Migraciones".


Para obter os endereços das Delegacias da "Dirección Nacional de Migraciones" consulte a pagina web dessa instituição, cujo endereço é: http://www.migraciones.gov.ar/.

Seguro Carta Verde

Para viajar pela Argentina os veículos brasileiros de passeio ou de aluguel, devem portar o Seguro de Responsabilidade Civil (Seguro Carta Verde). Se a imigração solicitar e o condutor do veículo não tiver, será vetada a entrada no país. O documento é obrigatório para turistas que visitam a cidade de Puerto Iguazú, devido a casos de registro de acidente, onde seguro DPVAT não cobre danos causados no país vizinho

Saiba mais sobre a Carta Verde - Acesse aqui

Emergências de natureza policial

Se um cidadão brasileiro for detido pelas autoridades argentinas por qualquer razão, deve ter presente que:

  • Os cidadãos brasileiros estão sujeito às leis deste país e o Consulado não pode intervir nas decisões da Justiça local;
  • O brasileiro tem o direito de comunicar seu lugar de detenção;
  • A justiça argentina garante um defensor gratuito.

O Consulado, no entanto, pode:

  • Assegurar-se de que a integridade física do cidadão brasileiro preso seja respeitada;
  • Prestar orientações sobre os direitos;
  • Informar a família no Brasil da detenção.


O Consulado não pode representar o cidadão em juízo, nem arcar com despesas relativas a contratação de advogado. Caso seja do seu interesse a contratação de advogado particular, todas as despesas correrão por sua conta.

Emergências de natureza médica

Em caso de emergência médica, telefone para o número 107, Serviço de Emergência Médica Nacional, que pode enviar uma ambulância ao seu domicílio ou hotel.

Consulado Brasileiro - Plantão de emergências

O Consulado Geral do Brasl mantém regime de plantão para atender a brasileiros em situações de emergência ocorridas fora do horário de atendimento ao público e que requeiram providências que não possam aguardar os horários de expediente consular regular.

Ligue para o número 15 4199 9668 e será atendido, em português, pelo funcionário de plantão.
Caso esteja telefonando do Brasil, disque (00 xx) (54 9 11) 4199 9668

Furto, roubo ou perda de documentos

Os brasileiros que acabarem sendo vítimas de furto, roubo ou mesmo pela perda de seus documentos pessoais, devem seguir o seguinte procedimento:

  • Comparecer à delegacia de polícia mais próxima do local onde o documento foi roubado ou extraviado para fazer a denúncia por roubo ou extravio;
  • Em caso de necessitar de documento para voltar ao Brasil, poderá ser concedida Autorização de Retorno ao Brasil-ARB, que é gratuita. Nesse caso, se não for possível esperar pelo horário de atendimento normal, entrar em contato com o plantão do Consulado-Geral. Será necessário apresentar ao agente consular a denúncia policial e comprovante da nacionalidade brasileira.

Com informações do Consulado Geral do Brasil em Buenos Aires

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Participe e Ganhe Prêmios Incríveis

Acesse or Cadastre-se

Esqueceu sua senha? / Esqueceu seu usuário?